gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Intel diz não à redistribuição do seu firmware livre
Contribuído por AsHeS em 11-11-04 15:20
do departamento sem fios
Intel gotcha escreve "Tem havido sérios esforços, relatados aqui, para encorajar os fabricantes de placas Wireless a distribuir o seu firmware com uma licença compatível com o open-source. Embora fabricantes como a Symbol, a Zydas e a Atmel tenham muito recentemente acordado distribuir os seus firmwares livremente, a Intel vem agora, segundo Theo de Raadt, recusar categoricamente afirmando que possuêm obrigações para com mais que uma entidade exterior à Intel. Será portanto que o firmware da Intel está feito com base num firmware doutro fabricante e por isso não o podem publicar livremente?"

"Será que pretendem tornar os seus chips obsoletos para planos futuros? Ou será que é um lobbie para não deixar a tecnologia dos chips wireless sair fora do mundo do Microsoft Windows e do uso em access points? Enquanto isso, alguns distribuidores de Linux (como a SuSe a Mandrake) não hesitaram assinar os contractos que irão deixar os seus utilizadores com menos liberdade. Estará o domínio pelo mundo a fazer esquecer o idealismo por detrás de certas distribuições Linux? "

Beat Spam Using hashcash | Sapo ADSL Pro  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Intel
  • aqui
  • segundo Theo de Raadt
  • Mais acerca Intel
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Uh... (Pontos:5, Esclarecedor)
    por raxx7 em 11-11-04 16:08 GMT (#1)
    (Utilizador Info)

    A licença não é "incompativel com open source".
    A licença não permite é que o OpenBSD distribua esse firmware em termos de acordo com a filosofia do OpenBSD. Assim, cada utilizador tem que ir buscar o firmware aos site da Intel.
    O mesmo problema se passa com o firmware para os modems ADSL USB, por exemplo.
    Quanto a ideologia, a Mandrake e a SUSE são empresas que estão nisto para ganhar dinheiro e nunca tiveram problemas em incluir software não-Livre™ na distribuição. Aliás, até à pouco tempo o YaST não era software Livre™.
    E mesmo a Debian distribui software não-Livre™, se a licença permitir.


    Re:Uh... (Pontos:0, Lança-chamas)
    por tool em 11-11-04 19:14 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Ainda bem que falaste nos modems ADSL USB porque não percebi uma coisa. O que é que o mundo ganhou quando a Thompson disponibilizou o código fonte das drivers do Speedtouch USB? As distribuições continuam a não incluir as ditas drivers (provavelmente porque não o podem fazer) mas também não apresentam nenhum suporte que permita ter aquilo a funcionar do nada. Mas também há casos diferentes como o da Caixa Mágica e do Mandrake 9 que têm suporte para o modem desde a instalação.

    O que eu quero dizer é que algumas vezes fazem guerrinhas e birrinhas para terem algo e depois não aproveitam o que têm para nada. Não deverá ser o caso mas...

    Re:Uh... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 11-11-04 19:28 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    a SuSE também tem o driver... mas é um empecilho, não funciona com o speedtouch em portugal ou melhor, eu não consegui po-lo a funcionar com o speedtouch de um familiar.
    Ouvi dizer que o driver está embutido no kernel do kernel.org por isso a responsabilidade não é das distribuições. Na pesquisa que fiz para tentar por o speedtch a trabalhar, a maior parte do pessoal tinha problemas com o encapsulamento(?) que é um LLC ou RFC1482 ou lá o que é aquilo.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Uh... (Pontos:5, Interessante)
    por raxx7 em 11-11-04 22:59 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Há dois drivers para o Speedtouch em Linux: kernelspace e userspace.
    Por outro lado, os ISPs nacionais suportam dois protocolos: PPP over Ethernet over ATM (PPPoE) e PPP over ATM (PPPoA).
    No caso do PPPoE, não sei que encapsulação é utilizada, mas ambos os drivers funciona,
    No caso do PPPoA, os ISPs nacionais usam encapsulação LLC/SNAP, mas o driver userspace só suporta VCmux, pelo que só a combinação PPPoA/kernelspace funciona. Colocar a opção "llc-encaps" nas opções do plugin do pppd resolve.

    Re:Uh... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 12-11-04 11:03 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Curiosamente, só consegui por aquilo a trabalhar com os módulos userspace (roaring penguin, etc), tendo de remover o speedtch do kernel.
    Agora, explica lá um pouco melhor essa coisa da opção llc-encaps no pppd.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Uh... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por raxx7 em 12-11-04 12:07 GMT (#16)
    (Utilizador Info)

    De facto, parece-me que o melhor método varia conforme a distribuição.

    Para que o PPPoA/kernelspace funcione com os ISPs nacionais é necessário usar a opção llc-encaps. Não é uma opção geral do pppd, é uma opção do plugin pppoatm. O pedaço relevante no meu /etc/ppp/peers/adsl:
    plugin pppoatm.so
    0.35
    llc-encaps
    Noutros ISPs (nenhum nacional) que utilizam encapsulamento VCmux não é preciso a opção llc-encaps.


    Re:Uh... (Pontos:3, Engraçado)
    por racme em 13-11-04 18:34 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://tinyurl.com/2zvku
    sinceramente apos constatar a confusao e a parca documentacao que para na WEB; a falta de suporte e consenso sobre metodologia a empregar; e a pequena taxa de casos de sucesso, ao final de 2 dias de volta da instalacao do speedtouch em linux afirmo categoricamente,

    bem dita hora em que investi uns cobres num router com modem adsl integrado



    entretanto a terra anda pra tras mais um bocadinho e passam rios por cima das pontes...
    Re:Uh... (Pontos:2)
    por raxx7 em 13-11-04 20:18 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Debian. 30 minutos. Isso incluiu vários reboots para Windows para sacar os pacotes necessários e descobrir o problema do LLC no google.
    We rock.
    Mas concordo contigo.. é uma grande confusão.

    Re:Uh... (Pontos:3, Informativo)
    por Kmos em 12-11-04 11:12 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Checka isto http://www.startux.org/index.php?article=9604&visual=2

    Sempre serviu para alguma coisa disponibilizarem o firmware =)

    I'm a Lost Soul in this Lost World...
    Re:Uh... (Pontos:5, Informativo)
    por gass em 11-11-04 21:26 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    Bem ... contra a maré, a debian tem um pacote speedtouch e varios how-to's. Não não traz o firmware, mas diz onde ir buscá-lo.
    o processo está descrito no directorio /usr/share/doc/speedtouch, mas fiz aki um how-to para o caso português, pois akilo k lá é descrito pode ser confuso. É valido para debian e ubuntu:

    http://www.otiliamatos.ath.cx/debian/adsl.txt

    disponibilizo os pacotes que nem um nem outro trazem e para os obter é necessário ligar à net (glup - sem modem). É sacarem, no max, em casa de um amigo, porem num cd e tá a rular.

    Escrevi isso à pressa, depois de ter configurado o meu modem em 2 tempos ( que até me surpreendi).

    Tenho ouvido muitos problemas em mandrake, e caixa magica não é excepção.

    Desses passos, não sei se já alguém experimentou (além de mim) mas o que é certo é que nunca tive o modem (a.k.a. ligação) tão estável.


    Cumps-
    Gass
    Re:Uh... (Pontos:1)
    por tool em 11-11-04 22:46 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Agradeço-te já então mas diz que o ficheiro não existe. Arranja lá isso que tou curioso!
    correcção (Pontos:2)
    por gass em 11-11-04 23:05 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    é na parte pessoal:

    http://otiliamatos.ath.cx/~gass/debian/adsl.txt

    fiquem bem.
    Cumps-
    Gass
    Re:Uh... (Pontos:2)
    por Ancestor em 11-11-04 20:19 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Assim, cada utilizador tem que ir buscar o firmware aos site da Intel.

    E se não podem distribuir o firmware e precisam de aceitar uma EULA e ir a um site específico para efectuar download é ser compatível com open-source no geral?

    O mesmo problema se passa com o firmware para os modems ADSL USB, por exemplo.

    Os modems ADSL USB são acessórios, não estão embebidos no computador. E tens sempre hipótese de comprar routers ou modems ethernet, normalmente mais caros precisamente porque têm firmware e controlador residente.

    Quanto a ideologia, a Mandrake e a SUSE são empresas que estão nisto para ganhar dinheiro e nunca tiveram problemas em incluir software não-Livre™ na distribuição. Aliás, até à pouco tempo o YaST não era software Livre™.

    Não duvido, mas no caso do OpenBSD, a necessidade de um browser para efectuar download de um módulo a ser incluido no kernel é complicada - a não ser que o site seja compativel com o lynx.
    Re:Uh... (Pontos:2)
    por raxx7 em 11-11-04 22:46 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Quem diz modems USB diz outras coisas.
    É compativel na medida em que podes usar. Mas o facto de não poder ser distribuido complica muito, de facto.

    Re:Uh... (Pontos:3, Interessante)
    por gotcha em 12-11-04 16:34 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://alunos.uevora.pt/~l13591
    Teres que assinar contractos para distribuir os firmwares não é open-source, é a Intel a tentar jogar que nem um cotonete que dá para os dois lados.

    > "Quanto a ideologia, a Mandrake e a SUSE são empresas que estão nisto para ganhar dinheiro e nunca tiveram problemas em incluir software não-Livre™ na distribuição."

    Suponho então que a tua resposta à pergunta: "Estará o domínio pelo mundo a fazer esquecer o idealismo por detrás de certas distribuições Linux?" é um sim. É o que eu penso também.


    Teoria da Conspiração (Pontos:4, Esclarecedor)
    por z1d0v em 11-11-04 16:57 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Nem tudo é teoria da conspiração! Da mesma forma que que a licenca do busybox obriga a Linksys a disponibilizar o código que corre nos seus routers, também podem haver de facto restrições que não permitam à intel revelar o seu firmware.

    Isto é pura especulação!

    Não condeno à partida a Intel por não distribuir o firmware numa licença compatível com open source, pois nem sequer sei se o podem fazer de livre vontade.

    Re:Teoria da Conspiração (Pontos:3, Informativo)
    por CrLf em 11-11-04 20:05 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Não se trata de abrir o firmware, mas sim permitir a sua distribuição por terceiros.
    A única diferença é que agora apenas se pode obter a partir do site da Intel.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Teoria da Conspiração (Pontos:3, Interessante)
    por Ancestor em 11-11-04 20:25 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Como o já foi dito, o que se pretende não é o source do firmware - é a possibilidade de distribuição do binário, que, aparentemente, só tem utilidade nas placas da Intel. Se a Intel, que volta e meia tenta passar por "amiga" do open-source, se entalou com outra empresa de forma a não permitir esse tipo de distribuição de binários, o problema é essencialmente deles e de quem já comprou centrinos. O mercado de utilizadores de produtos open-source tem aumentado significativamente, tal como a concorrência na área de chipsets. É uma pena mas são eles que estão a assumir que não querem esse tipo de clientes.
    Re:Teoria da Conspiração (Pontos:2, Interessante)
    por null em 12-11-04 0:10 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Subscrevo, e não fossem determinados SOs, a Intel bem que ainda estava a testar a 1ª geração de Itaniuns por esperar por janelas a 64 bits...amores, é o que é.
    Re:Teoria da Conspiração (Pontos:1)
    por null em 13-11-04 12:21 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Correcção: Itaniums e não com n.

    Complemento: A Microsoft anunciou não ir suportar o Itanium 2, pelo menos por agora. Ainda me pergunto como é que a HP teve a coragem de mandar às urtigas o Alpha...até a IBM continua com o Powerpc.

    Re:Teoria da Conspiração (Pontos:2)
    por raxx7 em 13-11-04 14:00 GMT (#19)
    (Utilizador Info)

    Existe Windows para Itanium, mas apenas para servidores (Windows 2003 Enterprise Edition e Windows 2003 Datacenter Edition).
    O que tem aparecido recentemente nas noticias refere-se à não existência de uma edição de Windows barata para ser usada em clusters.

    A questão correcta não é "o Alpha", mas sim "o PA-RISC" que tem uma quota de mercado muito maior, além de que o desenvolvimento do Itanium começou muito antes da fusão com a Compaq.
    A questão tem, principalmente, a ver com os custos de desenvolvimento de CPUs cada vez mais complexos e com a diminuição dos ganhos dessa complexidade. Sem a economia de escala dos processadores domésticos, tornou-se progressivamente económicamente inviável fazê-lo, pelo menos da forma tradicional. Podes observar os sintomas disso na desaceleração do desenvolvimento destes CPUs na última década e no outsorcing do frabrico a outras empresas (os PA-RISC são fabricados pela IBM e Intel, os Alpha pela IBM, os UltraSparc pela Texas Instruments, os MIPS para a SGI pela NEC).
    Os Itanium foram a forma da HP lidar com isso: desenvoleram uma arquitectura radical que permita obter bons niveis de performance com CPUs relativamente simples e juntaram-se à Intel, para beneficiar da tecnologia de fabrico desta e para tornar o CPU mais apetecivel a terceiros.
    A IBM resolveu o problema de outra forma: investiu em métodos de desenvolvimento automatizados para manter os custos de desenvolimento sob controle e está a diversificar as aplicações dos CPUs para rentabilizar a divisão de semi-condutores (o G5 para a Apple, o CPU da futura PSX3, etc).


    Re:Teoria da Conspiração (Pontos:1)
    por null em 13-11-04 19:05 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Correcto. O meu comentário foi muito incompleto. Mas continuo a pensar que os Alpha são melhores que os PA-RISC (ou pelo menos eram). Atendendo que a Microsoft anunciou uma estratégia para o segmento alto isto só significa 2 coisas: pouco interesse pelo Itanium 2 por parte do mercado (pequeno) e um domínio do linux que muito difícilmente a Microsoft conseguiria suplantar. Para finalizar, se a memória não me falha, a HP até é a última em vendas de Itanium...
    Re:Teoria da Conspiração (Pontos:2)
    por raxx7 em 13-11-04 20:47 GMT (#23)
    (Utilizador Info)

    Melhores? Sim, as últmas gerações de Alpha lavam o chão com os PA-RISC contemporâneos. Mas isso deve-se ao facto de a DEC,Compac ter continuado o desenvolvimento dos Alpha enquanto a HP congelou o dos PA-RISC há 10 anos.
    Mas, na situação hipotética de a HP querer continuar com um RISC, isso não interessa muito. O que interessa é a base de software e utilizadores existentes e a forma como a ISA vai afectar o desenvolvimento de futuros processadors. Qualquer que vantagem que a ISA Alpha possa ter sobre a PA-RISC no campo técnico não compensam a vantagem dos PA-RISC em termos de base de utilizadores e software.

    No que diz respeito ao Windows e mercado para o Itanium, siginifica de facto essas duas coisas, embora não seja tanto uma questão de dominio do Linux.
    Para fazer dinheiro no mercado de clusters, a MS não pode vender apenas o SO, tem de vender uma solução completa, pelo que vai ter de arranjar uma fonte de hardware. Mas no que diz respeito aos Itanium, as únicas fontes de hardware realistas seriam a IBM e HP, que também concorrem no mercado de clusters..

    E não, a HP é o principal vendedor de Itaniums, pelo que sei.


     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]