gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Open Source "sucka" para jogos
Contribuído por vd em 04-09-04 11:33
do departamento OS-Games
Jogos blacksheep escreve "Neste artigo da OSNews é feita uma análise sobre o desenvolvimento de jogos usando o modelo Open Source.
O autor nota que, embora este modelo seja bastante eficaz para o desenvolvimento de aplicações de longa vida, os jogos têm um tempo de vida muito curto e, como tal, o modelo tradicional é o mais eficaz. As razões estão listadas no artigo.
As únicas excepções são os jogos bastante "re-jogáveis", como o BZFlag, FreeCiv, FrozenBubble e todos os da categoria "multi-player Game Modding".

"Comentários ao artigo no The Linux Game Tome e Linux Games. "

Solução Anti-Spam da MS recusada pelo Apache | Caos no concurso dos professores  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • The Linux Game Tome
  • Linux Games
  • Neste artigo da OSNews
  • Mais acerca Jogos
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Para mim (Pontos:3, Interessante)
    por [Cliff] em 04-09-04 11:42 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    talvez a melhor razão de todas seja esta: "Unfortunately, "content-based" games are a one-time experience. A user can't experience a game on an emotional level if she is playing through the same level hundreds of times to see minor improvements and new features.".
    É tão simples quanto isso... talvez o modelo a seguir seja: enquanto o jogo está em desenvolvimento mantê-lo relativamente fechado ou seja, não anunciar em lado algum que se está a desenvolver o jogo XYZ, usar um CVS escondido - nada de serviços do tipo sourceforge.net - e quando a base estiver estável e o tempo de jogo for suficiente publicar o dito... aí, quem estiver interessado pode fazer níveis etc.
    No entanto estas regras não se aplicam lá muito bem a MMORPG's e outros tipos de jogos puramente virados para confronto on-line.
    Num jogo de aventura ou plataforma acho que faz todo o sentido...

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re:Para mim (Pontos:3, Interessante)
    por Mind Booster Noori em 04-09-04 14:16 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.mindbooster.cjb.net
    No entanto estas regras não se aplicam lá muito bem a MMORPG's e outros tipos de jogos puramente virados para confronto on-line.
    Mas, se calhar por isso, existem bons MMORPG's Open Source. Aliás, não se aplica só aos MMORPG's mas basicamente a tudo o que são jogos online... Vê só o exemplo dos MUD's...
    Re:Para mim (Pontos:2)
    por [Cliff] em 04-09-04 16:36 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    exactamente... para jogos online, acho que o OpenSource pode ser uma mais valia para contribuir para a longevidade do jogo.

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    É compreensível (Pontos:3, Interessante)
    por 4Gr em 04-09-04 13:32 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Recordo-me que quando o Richard Stallman veio à FEUP, falou dos jogos e pouca importância lhes atribuiu.

    Aliás, como se tratava de um software lúdico que ninguém é obrigado a precisar dele e o pode prescindir, é pouco relevante se é proprietário ou não.

    E embora ele, obviamente, prefira o modelo de licenciamento livre para jogos, não discrima tão veemente quem não o usa, da mesma forma que discrimina para o outro software.

    Na minha opinião, o modelo de licenciamente da iD é fantástico: lançam o jogo e quando ele está já ultrapassado, publicam uma licença livre acompanhada do código fonte. E o Carmack tem bastantes Ferraris, portanto isto não o impede de ganhar dinheiro :-)

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Re:É compreensível (Pontos:2)
    por Init em 06-09-04 10:26 GMT (#8)
    (Utilizador Info)

    Aliás, como se tratava de um software lúdico que ninguém é obrigado a precisar dele e o pode prescindir, é pouco relevante se é proprietário ou não.

    Na vida nem só o que é serio é importante. É por isso que os jogos são importantes. Talvez a maioria dos jogadores não veja a importância de TODO o software que utiliza ser Software Livre, eu cá acho que para mim é importante. Mas não são só os jogadores que utilizam o software dedicado aos jogos, há empresas que prestam alguns serviços relacionados com isso, como por exemplo serviços de jogo on-line, para essas empresas o software ser Software Livre pode ser uma vantagem importante.

    É sempre possivél desenvolver qualquer software como Software Livre, no caso de o fazer com propósitos comerciais pode é ser necessário re-inventar o modelo de negócios e nunca pensar em fazer as coisas da mesma maneira.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:É compreensível (Pontos:1)
    por flock em 06-09-04 19:48 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.corah.org/
    Penso que o 4Gr fala de importancia no contexto da informação. É importante que uma pessoa possa ler e imprimir um documento público disponibilizado num qualquer formato digital, como por exemplo, um formulário de IRS, como tal não é ético usar M$ Word para o escrever, pos isso obrigará qualquer pessoa a usar o mesmo software para o ler, ou seja: limita a liberdade do público.

    Por outro lado, se o mesmo documento for disponibilizado em HTML ou mesmo PDF (embora eu pessoalmente seja contra o uso de PDF no domínio público também), os interessados nesse documento já têm liberdade de escolha visto que HTML é standard.

    Este problema não se aplica aos jogos. A informação produzida por um jogo não é considerada "importante", só interessa a quem tem o mesmo jogo, daí o termo.

    Não sei se era esta a ideia do 4Gr, mas é pelo menos este o princípio básico por detrás do free software: a liberdade de acesso à informação.


    "Better die in failure than live in hope."
    Re:É compreensível (Pontos:2)
    por Init em 10-09-04 15:16 GMT (#12)
    (Utilizador Info)

    Não sei se era esta a ideia do 4Gr, mas é pelo menos este o princípio básico por detrás do free software: a liberdade de acesso à informação.

    O principio por detrás do Software Livre é a liberdade na informática. A liberdade na informática é mais abrangente que isso.
    A liberdade no acesso à informação é um principio que isoladamente está mais perto dos Standards Livres.

    Nem todos os tipos de software têm na informação o seu aspecto mais importante, por exemplo no software de tempo real entre controlo, algoritmo e informação, se tivermos que escolher um ele é definitivamente o controlo, no software destinado a fins ciêntificos ou de engenharia será o algoritmo, na maior parte do software embutido é também o controlo e o algoritmo. E nestes casos como em todos os outros a importância de ter pelo menos as quatro liberdades existe e é (penso eu) facilmente compreensível. O acesso à informação é apenas uma parte do que é realmente importante no Software Livre, a liberdade para garantir a segurança, a liberdade para inovar, etc... São tão importante quanto o acesso à informação.

    Quanto à informação produzida por um jogo não ser importante. Pode não ser para ti, pode não ser para muitos, mas isso não quer dizer que não seja importante. Talvez para quem goste muito de jogos ou para jogadores profissionais o seja, talvez para quem desenvolver software ou outros produtos relacionados com os jogos seja, e também para quem presta serviços relacionados com os jogos. Não dar a liberdade é também impedir (ou dificultar) muitos de inovarem, de criarem de novos modelos.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    NetHack (Pontos:1)
    por plexar em 04-09-04 14:20 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    NetHack e muitos outros jogos tipo "rogue" são um bom exemplo de jogos com um modelo de licenciamento livre.. mas é óbvia a diferença destes jogos para com os seus pares comerciais, com todo o "hype", marketing e tecnologias à sua volta. Até o público alvo é diferente. Talvez sejam poucos, mas ainda há quem jogue Elite, por exemplo...
    Plexar.
    Re:NetHack (correção) (Pontos:1)
    por plexar em 04-09-04 15:02 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    nota: Elite não é um "rogue-alike".. e nem serve como exemplo de jogo open-source.. apenas que há muitas cabeças por aí que não se importam de gastar o seu tempo em jogos, à partida, ultrapassados (será mesmo?).
    Plexar.
    Os jogos ..... os jogos ..... (Pontos:2)
    por Esqueleto em 05-09-04 22:57 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.tusofona.com/esqueleto
    O desenvolvimento de jogos em regime de OpenSource neste momento não parece ter futuro, pois, o modelo de negógio este tipo de aplicativos, é baseado na sua curta vida.

    Esta curta vida deve-se ao facto de de 2 em 2 anos sairem novas versões de jogos e o dinheiro envolvido na comercialização dos jogos é uma soma bastate alta.

    O OpenSource neste tipo de modelo de negócio só fazia sentido em jogos de culto e intemporais que sobrevivam às modas do momento.

    (())
    Esqueleto
    ------------------------------ Visit me in: http://www.tusofona.com/esqueleto
    Re:Os jogos ..... os jogos ..... (Pontos:2)
    por Init em 06-09-04 10:31 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    O desenvolvimento de jogos em regime de OpenSource neste momento não parece ter futuro, pois, o modelo de negógio este tipo de aplicativos, é baseado na sua curta vida.

    Para qualquer negócio não existe O MODELO DE NEGÓCIOS, existem vários. É claro que existem modelos de negócios que permitem desenvolver com objectivos comerciais jogos. Só que as pessoas teimam em seguir só um modelo comercial e a dizer que os outros não funcionam com base no modelo que eles defendem e não numa análise dos outros modelos.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Os jogos ..... os jogos ..... (Pontos:2)
    por Esqueleto em 06-09-04 13:08 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.tusofona.com/esqueleto
    estou totalmente de acordo .... ainda se pensa que é o dinheiro que faz rodar o mundo ... mas esquecemos sempre que a cooperação e a parceria é que é o motor do mundo...

    (())
    Esqueleto
    ------------------------------ Visit me in: http://www.tusofona.com/esqueleto

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]