gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Comédia: Microsoft é mais interoperável que GNU/Linux
Contribuído por BladeRunner em 04-02-04 2:12
do departamento de-quem-já-não-sabe-o-que-dizer
Microsoft 4Gr escreve "Depois da campanha (facciosa?) "Get the facts" eis que a Microsoft se prepara para a segunda ronda, argumentando desta vez que, pasmem-se, o seu sistema operativo e as suas soluções são mais interoperáveis que o GNU/Linux e especificamente as soluções da IBM.
Ora, num mundo de Software Livre onde cada um torna interoperável o que quiser e como quiser, só posso ver este proclamação do Manager de Estratégias da Microsoft como uma interessante anedota.
Vale a pena ler o artigo e as interessantes críticas à nova propaganda da Microsoft."

GLUA com nova cara | Linux em consolas  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • News.com
  • a Microsoft se prepara para a segunda ronda
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Bah (Pontos:3, Esclarecedor)
    por CrLf em 04-02-04 2:34 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Depois da campanha (facciosa?) "Get the facts"

    A campanha "Get the facts" não é facciosa, é uma campanha publicitária. É até útil, dado que os "factos" que eles apresentam são tão favoráveis ao Windows que só um parvo os interpreta como algo mais que conteúdo publicitário.

    o seu sistema operativo e as suas soluções são mais interoperáveis que o GNU/Linux e especificamente as soluções da IBM.

    É claro que as suas soluções são mais interoperáveis... com elas próprias. Se isto não fosse verdade seria de estranhar. Por outro lado as soluções de outros (p. ex. IBM) são forçadas a interoperar com produtos da Microsoft e de outros fabricantes. Uma pessoa com dois dedos de testa tira daqui a seguinte conclusão: a Microsoft tem uma definição deturpada de interoperabilidade que se baseia no vendor lock-in, algo que niguém quer.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Bah (Pontos:2, Esclarecedor)
    por schneider em 04-02-04 4:54 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    É interessante como as os pontos de vista mudam... Antigamente era a IBM que era acusada de falta de interopelabilidade, vide token rink, IBM PS1, barramento MCA...

    A tempos que a Microsoft vem sendo a bola da vez. Já foi assim com Henry Ford, com Sam Walton das lojas Wal-Mart, que foram atacados (pasmem) pelo sucesso que conquistaram. Idéias que partem das suas empresas são atacadas não pelo seu conteúdo, mas sim pela sua origem. Eu me pergunto quando o ódio mundial irá se direcionar a outra empresa.

    Como um poeta já disse uma vez, as coisas mudam de nome mas continuam sendo religiões.
    Re:Bah (Pontos:2)
    por blackTiger em 04-02-04 7:14 GMT (#3)
    (Utilizador Info)

    Eu me pergunto quando o ódio mundial irá se direcionar a outra empresa.

    Quando for outra empresa a abusar da posição dominante que tem.


    Re:Bah (Pontos:2)
    por CrLf em 04-02-04 11:12 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Idéias que partem das suas empresas são atacadas não pelo seu conteúdo, mas sim pela sua origem.

    A Microsoft abusa da sua posição dominante para esmagar a concorrência e segue activamente uma política de não-interoperabilidade (não esquecer que a interoperabilidade é um conceito bidireccional) e é por isto que é criticada. A IBM, SGI, Oracle e outras são-no também ocasionalmente mesmo sendo empresas que têm actualmente uma política favorável ao Linux. A diferença reside na atitude, as acções da Microsoft são vistas no contexto de uma empresa monopolista e anti-concorrencial enquanto as acções de outros são vistas numa base "case-by-case". A culpa disto é da própria Microsoft e de mais ninguém.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Bah (Pontos:1)
    por nhoc em 04-02-04 11:24 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    O wal mart é criticado pelo seu modus operandis, por esmagar a concorrência e os seus fornecedores por vezes levando-os inclusivé à falência. Tens por exemplo este artigo da fast company que fala disso.
    Tirando isso, a walmart executou a sua estratégia brilhantemente e usou a tecnologia quase como ninguém para chegar onde chegou.
    Foi um dos poucos q fez frente à MS e avançou com a venda de PC's com linux pré instalado. :-)
    Por exemplo tens pessoas q dizem que ao comprar na walmart os americanos estão a hipotecar o seu futuro (mas eu diria q o fazem de muitas outras maneiras também, mas isso é outra história) Disclaimer: sou acionista da walmart. :-)
    depende do ponto de vista (Pontos:3, Esclarecedor)
    por RaTao em 04-02-04 8:39 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Se analizarmos as coisas em termos de percentagem, no mercado dos computadores pessoais, e não excluír da comparação fabricantes idênticos, a Microsoft ganha sempre já que 90% dos PC's corre software da MS, logo um determinado computador tem à partida compatibilidade/interoperabilidade assegurada com 90% (ou perto) do universo desde que corra software da MS.

    Isto sem contar que, como os 10% não querem ser os "incompativeis" têm que ser minimamente compativeis com a MS.

    Conclusão: Nesta perspectiva pode-se dizer que um produto da MS interopera sem problemas de maior com (virtualmente) 100% do universo.

    Mas, como dizia o Enstein(?), 73% de todas as estatísticas estão erradas :)


    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    Re:depende do ponto de vista (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 04-02-04 21:58 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Até o próprio Einstein estava errado nalgumas coisas ;)

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:depende do ponto de vista (Pontos:2)
    por 4Gr em 04-02-04 23:05 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Sim, então se faz favor de nos explicar em quê (com estudos que efectivamente provem onde o Einstein estava errado)...

    É que eu estudei e fiz uma tese das teorias de Einstein, as três, e apenas há pouco tempo, por um português, foi levantada a possibilidade da teoria da relatividade estar errada devido à inconstância da velocidade da luz. Obviamente, uma teoria, como a do Einstein, mas o facto é que ainda não existe factos que provem que Einstein estava errado.


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:depende do ponto de vista (Pontos:2)
    por BlueNote em 04-02-04 23:32 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    O Magueijo não diz que a teoria da relatividade está errada. Ele também afirma que a velocidade da luz é uma constante. O que ele propõe é que o valor da constante velocidade da luz não era igual ao actual após o Big-Bang, ou seja, sofreu modificações desde o Big-Bang até hoje. Mas em cada período de tempo (milhões de anos) é uma constante com um determinado valor.
    Re:depende do ponto de vista (Pontos:1)
    por RaTao em 05-02-04 0:14 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Hã?

    Não vês que é uma piada? A própria frase é uma estatística :P

    Vou fazer um derivado meu, para me poderem citar: "100% das estatísticas são falsas!"
    (i.e. não levem a sério o que eu acabei de dizer ;)

    ehehehhe

    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    Humz... (Pontos:2, Interessante)
    por PRE em 04-02-04 9:59 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Por mais que concorde contigo, há várias coisas que me têm feito pensar ultimamente. Tenho amigos que dizem que eu sou "incompatível" por usar Linux. Como já alguém disse, tamos num mundo M$, é natural que tudo o que não seja M$ esteja um pouco à parte.

    A Microsoft tem como vantagem o SL também correr no Windows. No outro dia andei à procura de ISPs, e vi que os com base windows tinham ASP, ASP .NET, PHP, MySQL, MS SQL Server, JSP, PERL, Pytohn, etc. Os do Linux tinham PHP/PERL e MySQL -- muito poucos tinham JSP/ASP e nenhum tinha ASP .NET.

    Ou seja, se eu escolher a plataforma Windows, tenho acesso a todas as tecnologias que me interessam, se escolher a plataforma Linux estou limitado ao PHP.

    Este é um simples exemplo de como o Windows suporta os dois mundos, e o Linux por vezes não. Eu posso muito bem ter o windows e praticamente todas as minhas aplicações do Linux: Gaim, XChat, Firebird, etc, etc.
    _____________________
    Pedro Santos :: psantos.net :: blog

    Re:Humz... (Pontos:2, Esclarecedor)
    por SlickFox em 04-02-04 10:55 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://mozilla.shopizzy.com
    Ou seja, as tecnologias do mundo Open Source são tão abertas que até em Windows são suportadas ... o contrário já não é verdade, certo?
    Re:Humz... (Pontos:4, Esclarecedor)
    por CrLf em 04-02-04 11:21 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    No outro dia andei à procura de ISPs, e vi que os com base windows tinham ASP, ASP .NET, PHP, MySQL, MS SQL Server, JSP, PERL, Pytohn, etc. Os do Linux tinham PHP/PERL e MySQL -- muito poucos tinham JSP/ASP e nenhum tinha ASP .NET.

    Ou seja, se eu escolher a plataforma Windows, tenho acesso a todas as tecnologias que me interessam, se escolher a plataforma Linux estou limitado ao PHP.


    Estás a ver a questão pelo prisma errado, primeiro escolhe-se entre o PHP/ASP/etc e só depois é que se escolhe o SO. Tendo isto em mente o PHP anda normalmente associado ao MySQL e depois disso ao Linux. Em Windows a fragmentação é maior e tens combinações mais esquisitas de ASP com MySQL e PHP com MS SQL Server. O facto de poucos terem JSP ou Python em Linux diz mais da popularidade do PHP/MySQL do que da impopularidade ou incompatibilidade do Linux.

    Este é um simples exemplo de como o Windows suporta os dois mundos, e o Linux por vezes não.

    Errado, este é um exemplo de como a comunidade opensource suporta o Windows e o Windows não suporta a comunidade opensource.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Humz... (Pontos:3, Engraçado)
    por Psiwar em 04-02-04 12:34 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Há muito tempo que não me ria tanto... :)

    A culpa é do Linux pela M$ não desenvolver o ASP/.NET para Linux. Ahahahah... :D

    A M$ só faz o SQL Server para correr em Windows... e a culpa é do Linux. Ahahahaa... :D

    O pessoal do PHP/MySQL desenvolve aquilo para correr no maior número de plataformas possíveis e... a M$ é que é fixe. Ahahaha... :D

    Vá lá... eu até te desculpo porque tens o site em PHP/Linux. Mas não te esqueças de dar crédito a quem o mereçe da próxima vez. :|
    Re:Humz... (Pontos:1)
    por PRE em 04-02-04 14:13 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    A culpa é do Linux pela M$ não desenvolver o ASP/.NET para Linux. Ahahahah... :D

    Para tua informação, há ASP e ASP.NET para Linux, e não é à pala da Microsoft. Se eu tenho ASP .NET aqui no meu Linux, não acho descabido que o meu servidor também o suporte.

    A M$ só faz o SQL Server para correr em Windows... e a culpa é do Linux. Ahahahaa... :D

    O pessoal do PHP/MySQL desenvolve aquilo para correr no maior número de plataformas possíveis e... a M$ é que é fixe. Ahahaha... :D

    A culpa não é do Linux, nem insinuei tal coisa... não era aí que eu queria chegar. O que eu queria dizer e não consegui, é exactamente o que o CrLf me respondeu:
    "este é um exemplo de como a comunidade opensource suporta o Windows e o Windows não suporta a comunidade opensource."

    Vá lá... eu até te desculpo porque tens o site em PHP/Linux. Mas não te esqueças de dar crédito a quem o mereçe da próxima vez. :|

    Sinceramente esta foi a que percebi menos! Onde é que eu não tou a dar crédito? Se leres bem eu dou o crédito à comunidade Livre por termos tudo disponível para Windows. Para a próxima lê com mais atenção, e menos clubismo, e pode ser que não te rias tanto.
    _____________________
    Pedro Santos :: psantos.net :: blog

    Re:Humz... (Pontos:2)
    por Psiwar em 04-02-04 16:30 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Não acho nada descabido servidores Linux não suportarem ASP. Penso que te referes a isto ou isto quando falas de ASP em Linux, certo? Ora que eu saiba isto são soluções third-party. Não é a M$ a suportar directamente ASP em Linux pois não?

    Se te compreendi mal, então já fizeste a correcção. Mas o que estavas a dizer não era nada parecido com o CrLf disse.
    Re:Humz... (Pontos:1)
    por quantum em 04-02-04 15:02 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Só uma correcção: Interoperabilidade e portabilidade não são a mesma coisa.
    Re:Humz... (Pontos:1)
    por Init em 04-02-04 15:34 GMT (#26)
    (Utilizador Info)

    Em primeiro lugar quér a$p, quér a$p.net estão disponiveis para GNU/Linux e eu sei que sabes disso, por isso, tás a querer enganar quem? A ti ou aos outros?

    Em segundo lugar estás a confundir a oferta de solution providers com a existencia ou não de software.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    desmistificar (Pontos:2, Lança-chamas)
    por quantum em 04-02-04 12:32 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    "Microsoft" e "interoperabilidade" parecem ser palavra mutuamente exclusivas neste forum.
    Sempre que algum menciona as duas, há uma chuva de gargalhadas. Nesse prisma parece-me correcto que a MS faça a companha, pois pretende desmistificar uma percepção de não-interoperabilidade que já não é verdadeira (embora possa ter sido no passado).
    Não deixa ser curioso que cada vez mais tenham os produtos baseados em standards (e são dos mais cumpridores em termos de RFCs). Por curiosidade também, com o Services for Unix ganharam em 2003 o 1º prémio de interoperabilidade e ficaram na lista de finalistas deste ano na... Linux World Conference!
    Não quero com isto dizer que sejam os mais interoperáveis do mundo, mas é verdade que hoje em dia já o são bastante. Só não vê isso quem está toldado pelo "fundamentalismo pinguinista" :-P

    Re:desmistificar (Pontos:2, Esclarecedor)
    por faustino em 04-02-04 12:54 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    o iexplorer cumpre tudo o que está definido como padrão? O word mantém os seus formatos de versão para versão por forma a permitir a leitura por outros processadores de texto? O samba não muda a cada dia atrás das mudanças não documentadas do protocolo por parte da microsoft? O win 2000 workstation e um win me ou win98se conseguem fazer uma rede caseira em condições sem muito "escarafunchar"?(insira aqui outra questão do mesmo tipo acerca das práticas dos mestres da interoperabilidade) , etc?

    Vocês são todos uns sa**nas andam a espalhar estas mentiras e uma pessoa acredita nelas e depois passa por pinguim fundamentalista.
    Eu gostava de ter uma assinatura gira.

    Re:desmistificar (Pontos:2)
    por [Cliff] em 04-02-04 13:48 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    o iexplorer cumpre tudo o que está definido como padrão?
    Já que perguntas: cumpre! O mal do IE é que não só cumpre (mostra bem) o que está definido pelo W3C como até faz mais que isso e suporta a idiotice/preguiça de quem faz a página.
    O IE em si não é mau... mau é o uso que lhe dão.

    ---
    Conformity is the jailer of freedom and the enemy of growth.
    --John F. Kennedy
    Re:desmistificar (Pontos:2, Interessante)
    por faustino em 04-02-04 14:03 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Já agora se cumpre porque é que o site do Fedora tem um aspecto diferente no iexplorer, com as letras demasiado pequenas e o mozilla mostra correctamente, será porque os gajos fundamentalistas da redhat provocaram o erro ou porque o iexplorer e CSS não funcionam a 100%, isto é só um exemplo do ponto de vista do utilizador porque quem desenvolve páginas seguindo os standards da w3c deve conhecer outras coisas bonitas.
    Eu gostava de ter uma assinatura gira.
    Re:desmistificar (Pontos:2)
    por Tuaregue em 04-02-04 20:47 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Concordo contigo que o IE não suporta lá muito bem o CSS, mas eu não vi diferença nenhuma entre o IE e o meu Firebird, em ambos tive boas letras e resultados iguais.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por faustino em 04-02-04 21:58 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    No meu continua a dar letrinhas que só com a lupa para ler, qual é o teu ie, pode ser que a minha versão já seja antiga e não traga a correcção necessária. Já agora a minha é 6.0.2800.1106 .
    Eu gostava de ter uma assinatura gira.
    Re:desmistificar (Pontos:2)
    por Lameiro em 04-02-04 22:36 GMT (#38)
    (Utilizador Info) mailto:lameiro[at]fastmail[dot]fm
    Acreditem ou não, o meu IE (versão 6.0.2800.1106.xpsp2.030422-1633) dá letras enormes!

    -=[ Rui Lameiro ]=-
    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por Init em 04-02-04 15:43 GMT (#27)
    (Utilizador Info)

    LOL!
    Já alguma vêz tentaste fazer um site que por exemplo usasse CSS a sério?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:desmistificar (Pontos:2)
    por BlueNote em 04-02-04 23:39 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    Não não cumpre!! O IE é um desastre a suportar CSS!! Além de encorajar o uso de "extensões" Microsoft fora das especificações W3C!!
    Re:desmistificar (Pontos:2, Esclarecedor)
    por Psiwar em 04-02-04 12:54 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Sites, IE only...
    Docs, Word only...
    Jogos, DirectX only...

    Depois criam a sua própria versão de Java, Javascript. Dão problemas ao pessoal do Samba, Apache, etc...

    Depois isto ...

    E agora deixo os meus colegas "fundamentalistas" continuar a lista.


    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por fr0z3n em 04-02-04 13:03 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    erm, que eu saiba javascript é bastante diferente de java, javascript apesar do nome tem pouco a ver uma coisa com a outra, no início tinha outro nome que não me lembro bem mas acho que era livescript. (?) E quem a fez foi a netscape (R.I.P.) para integrar no seu browser.

    "Ignorance, the root and the stem of every evil." - Plato
    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por plexar em 04-02-04 13:20 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    err.. acho eu que ele se referia a duas coisas distintas: J++ e JScript
    Plexar.
    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por quantum em 04-02-04 14:36 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Aí está exactamente o que me referia. Tudo isto não são exemplos:

    - Sites IE: o IE é W3C compliant. O IIS faz extensões ao standard que são adoptadas por quem quiser as funcionalidades adicionais (e algumas acabam mesmo por se tornar parte integrante do standard - webdav, o). A maior parte dos Servidores Web também tem extensões próprias. Simplesmente quem escreve as páginas é que tem de decidir se as quer 100% interoperável ou não.
    - Docs Word: Se quiseres interoperabilidade, uma vez mais escreve o documento num formato standard que o Word suporte (XML, por exemplo...).
    - Javascript: ECMAScript 3.0 compliant.
    - DirectX : podes usar OpenGL...

    Resumindo, é interoperável. É muito interoperável! Qual é a dúvida? Isso não quer dizer que qualquer coisa que tu faças tenha que ser, obrigatoriamente, interoperavel, nem que tenham sido sempre assim. A questão é que se quiseres que seja é, o suporte está lá. Cabe a quem de direito decidir se quer que a sua aplicação seja interoperável ou não.

    E se ainda tiveres dúvidas vai a FAQS.ORG, pesquisa por microsoft e vê a quantidade de standards em que estão involvidos. Desde Webdav, passando pelo L2TP e acabando no HTTP/1.1 himself, ou coisas mais estranhas como o "The Transmission of IP Over the Vertical Blanking Interval of a Television Signal"(!) os exemplos de interoperabilidade que estão presentes, muitos deles no nosso dia-a-dia, são mais do que julgas.

    Re:desmistificar (Pontos:2, Interessante)
    por Raman em 04-02-04 15:45 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Correndo o risco de estar a "feed the troll"...

    Sites IE: o IE é W3C compliant.

    Esta particularmente deixou-me um sorriso nos lábios... Não sei o que será bem ser "W3C compliant", mas se passar pelo suporte, de por exemplo CSS1 e CSS2, vê aqui e tenta abrir esta página com o IE e, por ex., com o Mozilla.

    Docs Word: Se quiseres interoperabilidade, uma vez mais escreve o documento num formato standard que o Word suporte (XML, por exemplo...)

    Em primeiro lugar, o XML por si é um meta-formato, e não se restringe a uma aplicação em particular. Só a partir da definição de DTDs ou XML Schemas é que se concretiza o XML para uma aplicação particular. O problema é que o WordML (esse conjunto de schemas) é patenteado, e quem quiser interoperabilidade, paga...

    Ou então o Word já aceita documentos em docbook ou nos formatos do OpenOffice, e estás a dar-me uma grande novidade!

    Acabas por dizer, que, se alguém quer interoperar com o Word, que use o seu formato! Ricos standards... rica interoperabilidade...

    Mas como se costuma dizer, o pior cego é o que não quer ver...
    Re:desmistificar (Pontos:2)
    por leitao em 04-02-04 16:50 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Esta particularmente deixou-me um sorriso nos lábios... Não sei o que será bem ser "W3C compliant", mas se passar pelo suporte, de por exemplo CSS1 e CSS2, vê aqui e tenta abrir esta página com o IE e, por ex., com o Mozilla.

    Eu abri no IE (v 6.0.2800), e funciona perfeitamente -- qual e' o problema ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:desmistificar (Pontos:2)
    por ^magico^ em 04-02-04 17:05 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Then I'd be willing to bet that you're using Internet Explorer for Windows version 6.0, which saw fit to fix its legacy parsing bugs but not properly support CSS1, so the page will probably still fall apart there. And yes, this page uses a strict DOCTYPE, so IE6 is in "strict mode." I could put it into "quirks" mode by changing the DOCTYPE, but the parsing bugs were fixed there as well, so at this point I don't think there's a way for IE6 to get this one right. You can't imagine how frustrating that was to discover. (Although if I find another parse-bug hack works against IE6, I'll revise this page to use it.)

    Sim eu testei em ambos, e efectivamente no IE6 nem tudo funciona como deveria, neste caso relativamente ao CSS. Mas também é mais por desleixo da Microsoft, se bem vejo os updates para o IE não estão a sair tão rapidamente como deveriam, o que de certa forma impede que os programadores adoptem determinadas opções visto não serem suportadas devidamente no IE.

    A solução, como muitos sabem é usar alguns hacks (em casos extremos stylesheets separadas) de acordo com o browser o que permite no Firebird funcionar como deve ser e no IE funcionar por magia.

    Actualmente uso o Firebird para browsing e desenvolvimento (em casa), usando apenas o IE para ir validando a compatibilidade. Devo acrescentar que a nivel profissional uso o IE porque sou *obrigado* visto ser a unica forma de trabalhar bem com o debugger integrado do VS.NET.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por Init em 04-02-04 15:50 GMT (#29)
    (Utilizador Info)

    Só alguém que nunca desenvolveu um site que cumprisse os standards do W3C e usasse a sério as tecnologias do w3c é que pode dizer um disparate tão grande como o internet exploder cumpre os standards do w3c, o ie nem suporta css de uma forma concistente de uma versão para outra, nem na sua totalidade, nem de uma forma correcta. Os outros browsers podem também não ser 100% cumplients com os standards do w3c, mas ao menos à um esforço nessa direcção.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:desmistificar (Pontos:2)
    por Psiwar em 04-02-04 16:38 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Sites IE: o IE é W3C compliant.
    Isto hoje é só piadas... onde vai o pessoal buscar estas coisas?... :\

    Olha que estarem involvidos em standards não é a mesma coisas que os respeitarem. Aliás, acredito que eles metem a colher em tudo, para depois poderem fazer tudo sempre ligeiramente diferente e assim minar qualquer hipótese de produtos não-M$ terem sucesso seguindo os standards. É que é raro a M$ ter sucesso em pé de igualdade com os outros.
    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por foo em 04-02-04 19:03 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    - Sites IE: o IE é W3C compliant.

    mas não é de certeza RFC compliant, ora recebe lá um pagina.html com um Context-Type: text/plain para ver o que o IE faz ;)

    Re:desmistificar (Pontos:2, Informativo)
    por Raman em 04-02-04 14:29 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Como já foi referido atrás, a interoperabilidade é algo que só faz sentido se for nos dois sentidos. E, no caso da Microsoft, só aconteceria se:

    - Esta se baseasse em standards
    - Permitisse o uso livre das suas especificações

    Ora isto, de todo, não é política da Microsoft, a ver:

    - Onde está o suporte de CSS1 e CSS2 no IE? Onde está o suporte de HTML de acordo com os RFCs que referes? Não são standards?

    - A quantos filesystems locais que não sejam patenteados pela MS os seus sistemas operativos conseguem aceder nativamente? Acho que zero...

    - Onde é que está a especificação pública e livremente utilizável dos formatos de média da Microsoft? Porque é que desenvolveram os seus formatos quando há standards...

    - Porque é que os seus novos formatos XML do Office não são livres?

    - Porque é que o .Net tenta minar a interoperabilidade?

    - Porque é que a Microsoft tenta extender proprietariamente os standards, como por exemplo o kerberos?

    - Porque é que a Microsoft fez o que fez com o Java?

    Acho que ficava aqui o resto da tarde...
    Re:desmistificar (Pontos:2, Esclarecedor)
    por Devil_PT em 05-02-04 14:08 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    - Onde está o suporte de CSS1 e CSS2 no IE? Onde está o suporte de HTML de acordo com os RFCs que referes? Não são standards?

    Acontece... Tambem o Opera e o Netscape tem a sua dose de falhas no suporte CSSn

    - A quantos filesystems locais que não sejam patenteados pela MS os seus sistemas operativos conseguem aceder nativamente? Acho que zero...

    Tens varias implementacoes de ext2, reiser fs, entre outros para Windows. Não creio que tenha que ser a MS a responsabilizar-se pelo sua inclusao no windows.

    - Onde é que está a especificação pública e livremente utilizável dos formatos de média da Microsoft?

    aqui.

    - Porque é que os seus novos formatos XML do Office não são livres?

    Os formatos são patenteados. Se calhar para evitar as Eolas que andam por ai, digo eu...

    Porque é que o .Net tenta minar a interoperabilidade?

    Porque nao te actualizas? Vai ler por exemplo a faq do mono e diz-me onde esta' o minar da interoperabilidade...

    - Porque é que a Microsoft tenta extender proprietariamente os standards, como por exemplo o kerberos?

    Nao estende proprietariamente. Usa os mecanismos previstos no RFC para extensoes. E nao deixa de ser interoperavel por causa disso.

    - Porque é que a Microsoft fez o que fez com o Java?

    Porque é que a Sun fez o que fez com o Java?


    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por Init em 05-02-04 15:03 GMT (#47)
    (Utilizador Info)

    Tens varias implementacoes de ext2, reiser fs, entre outros para Windows. Não creio que tenha que ser a MS a responsabilizar-se pelo sua inclusao no windows.
    Ou seja, nativamente não suporta.
    Por tanto, não tem de ser a m$ a preocupar-se se o seu sistema consegue inter-operar com os outros.
    ENTÃO QUEM É QUE O TEM DE FAZER?

    Os formatos são patenteados. Se calhar para evitar as Eolas que andam por ai, digo eu...
    Isso das patentes defensivas é atirar areia para os olhos. Se te acusarem de violares uma patente de forma injusta só tens de mostrar que tens prior art, ou a não validade da patente por qualquer outra razão e para isso não tens de deter a patente.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)

    Re:desmistificar (Pontos:2, Interessante)
    por Raman em 05-02-04 18:28 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    Acontece... Tambem o Opera e o Netscape tem a sua dose de falhas no suporte CSSn

    E eles vêm integrados de raiz em que sistema operativo? E não podes optar em removê-los se estiveres "desiludido?" Além de que não é bem "acontece"... O problema já foi detectado e relatado há mais que tempo e onde é que estão os updates? O Mozilla/Netscape na sua reencarnação actual existe desde somente 1998 e tem um suporte de CSSn largamente superior! A questão é que os outros tentam, a Microsoft embraces and expands...

    Tens varias implementacoes de ext2, reiser fs, entre outros para Windows. Não creio que tenha que ser a MS a responsabilizar-se pelo sua inclusao no windows.

    E a Microsoft, não providenciando o suporte, ao menos assina digitalmente esses drivers no XP para se fazer uma instalação "trouble free"? E providencia a especificação da layer do sistema operativo para que facilmente se possa fazer a integração? Onde é que está a especificação aberta e livre fornecida pela Microsoft do NTFS?

    Onde é que está a especificação pública e livremente utilizável dos formatos de média da Microsoft?

    aqui.


    É chato, não consigo ver... Clicando em "Windows Media Services 9 Series Software Development Kit (SDK)" tenho a seguinte mensagem de erro:

    Welcome to SDK Update

    The Microsoft® Platform SDK site requires Microsoft Internet Explorer version 5.0 or later. You can download the latest Internet Explorer for free.

    In addition, Microsoft ActiveX® controls are used to install components on your computer. If you are not running Microsoft Windows® or an operating system that is compatible with ActiveX controls, you cannot install the SDK using SDK Update.


    Deve ser excesso de interoperabilidade...

    Já para não falar que a licença deve ser tudo menos livre... Eu ainda tentei ver aqui, mas a licença deve ter tanta saída que clicando para dar seguimento à emissão da licença até dá erro!

    Os formatos são patenteados. Se calhar para evitar as Eolas que andam por ai, digo eu...

    É verdade, andam os outros tristes a tentar standardizar as coisas com liberdade para um dia destes serem comidos... Não devem usar nem este nem docbook porque lhes deve causar alergia... É que até são distribuidos sem patentes e licenças livres! Ainda bem que a gente pode confiar que eles não vão mudar o formato e não vão cobrar royalties ao pessoal se usarmos o formato...

    Porque nao te actualizas? Vai ler por exemplo a faq do mono e diz-me onde esta' o minar da interoperabilidade...

    Isto as opiniões são como as cerejas (à quem diga que como outra coisa!). Recomendo a secção de .Net deste artigo. Opiniões são opiniões, mas pela esperiência passada sou levado a tender para esta última... Acho que coitado, o Miguel de Icaza anda um bocado iludido...

    Porque é que a Sun fez o que fez com o Java?

    O java em ultima instância é deles! Podem fazer as mudanças que bem intenderem. Mas, contudo, a actitude que a Sun tem demonstrado ao distribui VMs e SDKs para Win32 (para que plataformas é que a Microsoft distribui o .Net?), linux e Solaris, ao ter aberto o processo minimamente à comunidade, levam-me a confiar bastante mais neles do que na Microsoft. Além de que não tem o monopólio, uma vez que a IBM também está ao barulho. São coisas. Mas já agora, RTFA:

    Java emerged in the mid-1990s and was immediately hailed as a technology that could greatly affect Microsoft's future, as it allowed developers to create desktop applications that could run on any operating system. As a result, developers ideally would not have to dedicate themselves to writing Windows programs to survive.

    "Microsoft has proven time and again that it is unwilling to abide by the common rules of the Internet," Patricia Sueltz, Sun's executive vice president for the software systems group, said in a statement. "Its behavior with regard to the Java technology was just one instance. And when presented with the choice of compatibility or termination, Microsoft chose termination."

    Não estou a ver bem o que é que te queixas que a Sun fez ao Java...

    Espero que tenhas ficado esclarecido.
    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por Devil_PT em 06-02-04 11:13 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    Não estou a ver bem o que é que te queixas que a Sun fez ao Java...

    Simplesmente acho que deram um tiro no pé e comprometeram seriamento o futuro do Java. Em tribunal a luta deveria ser no sentido de incluir a JavaVM no Windows. Esse é o mal que acho que a Sun fez ao Java... Achas que sem a VM no Windows alguem se vai dar ao trabalho de programar em Java? So quem ja o fazia! Novos programadores vao-se afastar cada vez mais do Java.

    Re:desmistificar (Pontos:1)
    por Init em 07-02-04 15:31 GMT (#50)
    (Utilizador Info)

    Acontece... Tambem o Opera e o Netscape tem a sua dose de falhas no suporte CSSn
    O Opera também é proprietário, por isso não preocupo sequer com a sua existência, quanto ao Netscape, de facto haviam problemas no suporte de CSS, mas nas ultimas versões (nas que éram baseadas no Mozilla), esse problema foi resolvido, até porque o mozilla tem um muito bom suporte para CSS pelo menos nas versões 1 e 2.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Equívoco (Pontos:2)
    por 4Gr em 04-02-04 14:24 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Está a gerar-se um equívoco e deverá ser esclarecido:

    Não é referido nem por mim, nem no artigo correspondente, que o software da Microsoft não é interoperável. O que aqui é discutido é a hilariante afirmação que o software da Microsoft é MAIS interoperável que uma solução GNU/Linux e mais especificamente com a IBM, onde reside o busilís e a comédia da questão.

    Eventualmente até pode haver pontos onde o software da Microsoft seja mais interoperável que o da IBM (??) mas NUNCA será mais interoperável que uma alternativa livre, pois numa alternativa livre eu modifico da forma que bem me entender para se tornar interoperável ou, caso não tenha os conhecimentos técnicos necessários, pago a quem o faça. No software proprietário podia sempre pagar à Microsoft.. ou não :-)


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Equívoco (Pontos:1)
    por quantum em 04-02-04 14:51 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Pois... mas conheço muita gente que já fez exactamente o contrário. Modificou o "software livre" e tornou-o muito pouco interoperável. :-P

    Mas falando a sério, isso é o mesmo que dizer: tenho uma aplicação que faz tudo o que quiseres - é o gcc...

    Re:Equívoco (Pontos:2)
    por 4Gr em 04-02-04 15:30 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Mas falando a sério, isso é o mesmo que dizer: tenho uma aplicação que faz tudo o que quiseres - é o gcc...

    Não sejamos tão radicais. Um exemplo viável:

    Tenho um estrutura IT de uma grande empresa que efectua transacções em xml e tenho um programa que ainda não adoptou xml.

    Pronto, algum dinheiro e mando alguém fazer um módulo para o programa ou, caso tenho os conhecimentos necessários, faço-o eu :-) Não é, aparentemente, dificil, e é bastante viável e interoperável.


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    É verdade... (Pontos:2)
    por jazzy em 04-02-04 14:43 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    senão vejamos: O Windows 95 interopera com - win 98 - win me - win xp - win nt - win 2k - win ... Caramba, são tantos SOs (arghh) que maior interoperabilidade é quase impossível.


    Jazzy
    Re:É verdade... (Pontos:2)
    por Lameiro em 04-02-04 22:49 GMT (#39)
    (Utilizador Info) mailto:lameiro[at]fastmail[dot]fm
    Esqueceste-te do MS-DOS! :)
    Mas por outro lado, o Windoze não gosta, ou pelo menos não gostava, do DR-DOS.

    -=[ Rui Lameiro ]=-
    Re:É verdade... (Pontos:1)
    por m16e em 04-02-04 23:57 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com
    Mas por outro lado, o Windoze não gosta, ou pelo menos não gostava, do DR-DOS.

    Perdão, o DR-DOS é que era incompatível. Pelo menos era a mensagem que o Word (o 5, creio eu) dava quando se tentava correr o programa nesse SO.

    O que se tornou, mais tarde numa fonte de rendimento (sob a forma de uma pesada indemnização para a empresa que adquiriu a falida Digital Research, empresa essa que então se chamava Caldera e que agora se chama SCO), após ter sido provado em tribunal que se se retirasse o teste ao sistema operativo do código do Word este corria tão bem ou melhor do que no MS-DOS.


    Re:É verdade... (Pontos:2)
    por 4Gr em 05-02-04 12:03 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    LOL, fenomenal, já nessa altura eles eram monopolistas.

    Caricato, lembra-me uma imagem de um miúdo de 3 anos a roubar doces na loja ao lado.

    Agora esse miúdo tem 30 e chama-se Microsoft.


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]