gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
up2date
Contribuído por scorpio em 19-03-03 18:51
do departamento alternativas
RedHat Gimp escreve "Bem, muitos saberão da alteração do programa de suporte/update/actualização por parte da Red Hat às versões antigas e futuras da sua distribuição. Determinou que o ciclo de updates para a versão mais recente seria de apenas 1 ano, algumas 6 meses, as outras são descontinuadas e 5 para o Advanced Server. Não vou comentar estas decisões, não é esse o propósito deste artigo. Para aqueles que ainda resistem, e bem, com versões tão longínquas como a 5.2 ou até mais "velhas", isto torna-se um problema caso o parque de servidores seja considerável. Ao ler um artigo sobre isto no El Reg, é mencionado um projecto de um clone do up2date da Red Hat. O desenvolvimento do Current já está bastante avançado e promete. A seguir com atenção... "

Slackware 9.0 | Cópias de instalações  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Red Hat
  • El Reg
  • Current
  • Mais acerca RedHat
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Pior que isso... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Cyclops em 19-03-03 21:15 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.1407.org
    É que supostamente... o Advanced Server e o Entry Level Server são contratos de suporte. Os clientes concordam em não usar a conta de acesso aos updates em mais do que uma máquina.

    Isto é, acorda-se por contrato abdicar de liberdades do Software Livre e ainda por cima paga-se por isso. No fscking way. Prefiro aplicar os updates à mão passado um ano, eenquanto não mudo para outra opção disponível no mercado.
    É apenas uma solução PARCIAL para o problema (Pontos:2)
    por joaobranco em 20-03-03 18:02 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    O Current pode vir a ter muitos usos. Pode provavelmente ser muito útil para diminuir os gastos de largura de banda e/ou facilitar o disseminar numa organização de RPMs modificados ou “não standard”. No entanto, penso que não resolve os problemas que a novas regras da RedHat criam.

    O problema não é a RedHat obrigar a que a actualização de sistemas com mais de um ano de idade tenha de ser paga ou feita “à mão”, o problema é que a RedHat deixará (para os sistemas gratuitos) de fornecer a RPMs actualizados (ou seja, corrigidos dos erros entretanto detectados) após um ano. Isso significa que não existirá RPMs da RedHat para utilizar com o Current quando este estiver a funcionar.

    Isto por si só torna impossível considerar em usar RedHat (versão gratuita) em qualquer tipo de instalações que não possa estar todos os 6 meses a mudar de sistema. Ou seja, para muitos casos RedHat ou é com subscrição ou deixa de ser possível usar. Com ou sem o Current. A menos que alguma outra pessoa/empresa resolva tratar de fornecer os RPMs corrigidos para as versões do RedHat que esta já não suporte.

    Cumps, JB

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]