gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
SCO processa IBM por usar Unix no Linux
Contribuído por vd em 12-03-03 11:26
do departamento processos
IBM rujha escreve "A SCO Group, ex-Caldera e parte integrante do UnitedLinux, entrou com um processo contra a IBM, exigindo cerca de 1 bilião de dólares em indemnizações por utilizar indevidamente tecnologias do sistema operativo UNIX de propriedade da SCO no Linux (...)"

Podem consultar o resto da notícia num dos seguintes links:
Wired , LinuxToday. As opiniões sobre isto e que consequências isto pode ter sobre o nosso amado Linux são bem vindas."

KPNQwest Portugal em mãos portuguesas e com mudança de nome | Para a menina Wired...  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Wired
  • Wired
  • LinuxToday
  • SCO Group
  • Mais acerca IBM
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Previsivel. (Pontos:2)
    por leitao em 12-03-03 11:43 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Acho que ja' muita gente estava 'a espera disto -- a SCO tem os direitos do UNIX Sys V, e cada vez mais se ve o Linux a incorporar os conceitos deste. A SCO so' esteve 'a espera do Linux ganhar traccao suficiente para fazer isto.


    "Arguing on the Internet is like running in the Special Olympics -- Even if you win you're still retarded."

    Re:Previsivel. (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 12-03-03 12:28 GMT (#2)
    a SCO é detentora da ideia?????

    pelo que li eles só se queixam (para já) de que algumas empresas estavam a abandonar o unix deles e a usar as libs no GNU/Linux para continuarem a correr os programas que corriam no unix deles.

    agora quanto à parvoice da IBM estar a "atacar" o unix por estar a apostar no linux logo prejudicando a SCO é completamente disparatado uma vez que a SCO tb está no mercado linux, logo só poderia beneficiar com a coisa.

    o problema é que ninguém lhes liga....

    quantic_oscillation
    Re:Previsivel. (Pontos:3, Informativo)
    por cgd em 12-03-03 12:44 GMT (#3)
    (Utilizador Info)

    Aparentemente o que eles se queixam é do facto do linux se ter tornado "empresarialmente apetecível".

    A teoria dos gajos é a seguinte: linux é desenvolvido por particulares, por isso não pode responder a necessidades empresariais (os particulares desenvolvem tecnologia para si-- ninguém tem em casa clusters e gigabytes de storage... bem , se calhar :-), se o faz é porque teve ajuda (cedência tecnológica) por parte de empresas. Se essa tecnologia era proprietária, atacam por aí.


    -- carlos

    When your business goes down SUE! (Pontos:3, Informativo)
    por humpback em 12-03-03 13:15 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.felisberto.net
    A regra numero um do ma^H^H bom gestor...

    Bem a noticia aqui sai com uns dias de lag. Se forem ao irmão grande encontram duas ou 3 threads sobre isso. Incluindo uma sobre comentários do Linus sobre a questão. E outra com excelentes comentarios do Bruce Perens.
    Tambem sobre o assunto é outra thread sobre a Sun a repensar a sua estratégia em relação ao Linux "Venham ca comprar Solaris que a gente tem as patentes todas em dia)


    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism

    em tempos de guerra (Pontos:3, Interessante)
    por racme em 12-03-03 14:06 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://rmitz.org/freebsd.daemon.html
    Quem detem os direitos da UNIX Trademark é o The Open Group grupo formado pela HP, IBM SUN e da qual ate 2 empresas Portuguesas fazem parte como membros regulares

    1 SQ-Instituto Soldadura Qualidade
    2 Symlabs, LDA.

    A SCO detem apenas os direitos do Codigo Fonte.
    como alguem disse e muito bem esta guerra e' "Alguem a tentar vender a Torre de Belém pra conseguir algum pilim"

    Para se compreender melhor este fenonemo, pode-se ver claramente nesta imagem a posicao geoestrategica da SCO Caldera back to 2002, ocupando o seu proprio espaco e travando as suas proprias guerras, mesmo com a propria comunidade onde se insere.
    Eu diria mesmo mais, "toda a sopa tem de ter um cabelo", como tudo na vida existem aqeles que fdem e aqueles que empatam, dai o nome empata fdas ser o conceito q mais se aplica neste caso :P



    Make World; Not War;
    Atenção às traduções (Pontos:3, Informativo)
    por mazevedo em 12-03-03 14:13 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://mazevedo.welcome.to
    Não me querendo armar em Corrector Ortográfico, há que ter atenção às traduções.

    Em inglês one billion traduz-se mil milhões (10^9) e não bilião, que é um milhão de milhões (10^12).

    Basta também um pouco de senso comum para ver que um BILIÃO de dólares é qualquer coisa como $1.000.000.000.000, o que se pode ver é extremamente exagerado quando comparado com MIL MIlHÕES: $1.000.000.000!
    ----
    //\anuel /|zevedo

    Re:Atenção às traduções (Pontos:2, Engraçado)
    por YuggY em 12-03-03 17:16 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Depende se fôres americano ou engenheiro! Em engenharia só usas o nome bilião para representar um milhão de milhões (e um trilião para um bilião de biliões e assim sucessivamente). Mas como isso demora muito tempo a atingir e os americanos são uns tipos que se querem mostrar grandes rápidamente, utilizam as mesmas denominações com cariz diferente, donde, pegaram no standard, e evoluiram-no subjugando as questões da engenharia ás questões do marqueting recorrendo, para isso à aberração intelectual que é o povo americano. O que é triste é que estas novas versões melhoradas do que é standard sejam absorvidas pelos restantes países só para não ficarem assim tão atrás da grandiosa superpotência americana!
    Re:Atenção às traduções (Pontos:3, Interessante)
    por mlopes em 12-03-03 17:38 GMT (#8)
    (Utilizador Info)

    Depende se fôres americano ou engenheiro!

    Então e se for um gajo americano e engenheiro, qual é o método que deve usar, o standart ou o sistema americano? ;)

    Só a titulo de curiosidade e porque tem a haver com o teu comentário, tive um professor de física que costumava dizer que a maneira correcta de dizer todas as medidas do SI era no singular e portanto dever-se-ia dizer "16 metro" em vez de "16 metros"!


    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Atenção às traduções (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 12-03-03 17:54 GMT (#9)
    Só a titulo de curiosidade e porque tem a haver com o teu comentário, tive um professor de física que costumava dizer que a maneira correcta de dizer todas as medidas do SI era no singular e portanto dever-se-ia dizer "16 metro" em vez de "16 metros"!

    E eu tive um professor de física que afirmava uma variante do teu. Ele dizia que as unidades de medida derivadas de nomes de pessoas eram sempre no singular, mas as restantes podiam levar plural.

    Assim era correcto dizer "16 metros" mas devia dizer-se "16 Joule" (e não "16 Joules") e "16 Ohm" (e não "16 Ohms").

    --
    Ruben
    Re:Atenção às traduções (Pontos:3, Interessante)
    por cgd em 12-03-03 18:25 GMT (#10)
    (Utilizador Info)

    E eu tive um professor de física que afirmava uma variante do teu. Ele dizia que as unidades de medida derivadas de nomes de pessoas eram sempre no singular, mas as restantes podiam levar plural.

    Não é bem assim. As unidades são sempre no singular, excepto quanto estão integradas na própria linguagem. "metros", "segundos", "horas", etc... são vocábulos da língua portuguesa, como tal podes usá-los no plural (caso contrário a expressão era incorrecta gramaticalmente). Para vocábulos não integrados, usa-se o singular.

    Atenção que o vocábulo é a palavra completa que aparece e não somente a unidade base. Se se usar um prefixo, o vocábulo corresponde ao conjunto PREFIXO-UNIDADE, o que pode fazer a diferença. Dois exemplos correctos: 10 quilómetros vs 10 kilometro.

    A ligeira diferença em relação ao que o teu prof disse reside nas unidades que não derivam de nomes de pessoas e não são vocábulos portugueses. O único caso que me lembro é a "mol" ou "mole" (número de átomos numa grama de hidrogénio, ou algo do estilo, ou algo mais preciso).


    -- carlos

    Re:Atenção às traduções (Pontos:2)
    por mlopes em 12-03-03 18:44 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Parece-me bem, isso quer então dizer que em Português é correcto utilizar o plurar mas o mesmo já não acontece quando se está a utilizar os termos no contexto do SI!
    Sendo assim como ele era professor de física e não de Português aceita-se já que se estão a usar os termos num contexto técnico.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Atenção às traduções (Pontos:2)
    por cgd em 12-03-03 19:12 GMT (#14)
    (Utilizador Info)

    plurar mas o mesmo já não acontece quando se está a utilizar os termos

    Não sei se percebi bem o que queres dizer.

    Não existem vários contextos de português escrito. Se estiveres a escrever português (por extenso), todos os termos nativos devem ser usados na forma correcta. Alternativamente podem-se usar termos estrangeiros ou abreviaturas, o que já encaixa nas regras da pluralidade do SI de medidas.

    O prof de fisíca não pode (i.e. deve) escrever um exercício em português corrido com expressões do tipo "quinze metro<-", mas em princípio "a = pi r^2 = 3,14 . 15metro ^ 2 =~ 706,5 metro^2" deve estar correcto. É mais fácil usar as abreviaturas nestes casos, sem plural obviamente :-)


    -- carlos

    Re:Atenção às traduções (Pontos:2)
    por mlopes em 12-03-03 23:25 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    O que estava a tentar dizer era: se existe uma especificação para o SI que diz que não se usa plural, mas a especificação da lingua Portuguesa diz o contrário, talvez se justificasse em termos técnicos utilizar a sintaxe definida pelo SI já que este é independente do país e das respectivas linguas, claro que quando se estivesse a falar num contexto não técnico então já não se justificava esse preciosismo!

    Mas isto sou só eu a dissertar! :)

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Atenção às traduções (Pontos:1)
    por Arrepiadd em 12-03-03 23:59 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    O único caso que me lembro é a "mol" ou "mole" (número de átomos numa grama de hidrogénio, ou algo do estilo, ou algo mais preciso).

    De acordo com a definição da IUPAC, uma mole corresponde ao número de átomos que existem em 0,012 kg (12 gramas) de Carbono-12.

    De facto, em 1 grama de hidrogénio existe menos de 1 mole de átomos porque o isótopo de massa molecular 2 (deutério) existe com uma proporção de 0,794% o que aumenta um pouco a massa molar do Hidrogénio. Na realidade, a massa molar do hidrogénio é 1,00794.

    Re:Atenção às traduções (Pontos:2)
    por cgd em 12-03-03 18:30 GMT (#11)
    (Utilizador Info)

    Assim era correcto dizer "16 metros" mas devia dizer-se "16 Joule" (e não "16 Joules") e "16 Ohm" (e não "16 Ohms")

    Já agora, não é "16 Joule" mas sim "16 joule". Quando a unidade corresponde ao nome de uma pessoa (aqui sim, é o nome de uma pessoa) e se escreve por extenso, usa-se letra minúscula (para distinguir do nome em si). Quando se usa a abreviatura, usa-se letra maiúscula. Dois exemplos correctos: 16 joule, 16J.


    -- carlos

    Re:Atenção às traduções (Pontos:1)
    por tripas em 13-03-03 9:26 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Isto lembra-me que quando o Euro foi introduzido se falava em usar sempre o singular. Ex: 100 Euro e não 100 Euros. Acho que na Alemanha eles aderiram a isto...
    Re:Atenção às traduções (Pontos:2)
    por McB em 19-03-03 17:28 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Se foi na Alemanha, tem a ver com o facto do Alemao nao usar o "s" no final da palavra como plural, assim como o Grego...

    De um modo geral, as palavras em alemao no plural terminam em "er" ou "en" (e nem estou a meter declinacoes ao barulho, senao voces viam! :P)
    Ora o que acontece eh que nao da jeito nenhum escrever "Euroen" :) como se faz para "Haus->Häuser", p.ex.

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Atenção às traduções (Pontos:3, Informativo)
    por cgd em 12-03-03 18:37 GMT (#12)
    (Utilizador Info)

    Existe um software da gnu, chamado units, que tem uma base de dados bastante correcta, dadas as fontes que foram usadas.

    Na secção destes prefixos, vem isto:

    # These number terms were described by N. Chuquet and De la Roche in the 16th
    # century as being successive powers of a million. These definitions are still
    # used in most European countries. The current US definitions for these
    # numbers arose in the 17th century and don't make nearly as much sense. These
    # numbers are listed in the CRC Concise Encyclopedia of Mathematics by Eric
    # W. Weisstein.
    billion 1e9
    [...]

    Ainda sobre este assunto fiz um scr1pt em perl (one liner) que traduz valores numéricos em valores por extenso. Está aqui no gildot.


    -- carlos

    Re:Atenção às traduções (Pontos:2)
    por Gimp em 13-03-03 11:57 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Agora sei quem foi que sugeriu à RTP para incluir o Português Correcto no Telejornal...


    "No comments"

    Confuso (Pontos:1)
    por kostov_24 em 20-03-03 16:48 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Então o unix e o linux não são open sorce? Não são de uso livre?
    Re:gildot is no more THE gildot (Pontos:2)
    por mlopes em 13-03-03 17:56 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Penso que a thread das unidades que levam "s"'s no fim é demonstrativa da credibilidade que se dá à SCO e à palhaçada que eles estão a querer armar!
    Acho que se houvesse de facto muita gente a dar credibilidade e a achar o assunto importante haveria mais comentários on-topic, mas eu pelo menos penso que isto é mais um assunto para desaparecer em alguns meses.

    Mesmo que a SCO ganhe o processo contra a IBM que impacto terá isso sobre o Linux? Não me parece que seja um grande impacto, até porque o Linux está espalhado pelo mundo e não nas mãos da IBM! Para parar o desenvolvimento do Linux a SCO teria que processar milhões de pessoas, uma grande parte de fora dos EUA, o que não é própriamente uma hipótese viável.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:gildot is no more THE gildot (Pontos:2)
    por cgd em 13-03-03 18:31 GMT (#21)
    (Utilizador Info)

    Mas dás conversas a esta gente?! Já cá andas há muito tempo (vê-se pelo numero no userinfo), tal como eu, para saber que o gildot sempre foi assim. Um artigo passa offtopic num flash e os temas com mais sucesso são aqueles sobre os quais existe efectivamente alguma coisa a dizer (mesmo que não seja nada de jeito). Sempre foi assim e sempre há-se ser. Faz parte da natureza das pessoas.

    Eu prefiro que estes espaços sejam aproveitados com conhecimentos e cultura, do que com palhaçada. Ver diferença entre este thread e o da wired, para ver como de uma situacao semelhante (não havia muito a dizer sobre o artigo original) se desenvolveu offtopic de forma radicalmente diferente. Eu prefiro esta.

    São nestas entrelinhas, nestes pequenos espaços, que se aprende alguma coisa e que se mantem o interesse das coisas, mesmo quando o não há. Embora admita que se deva ter algum cuidado aqui (eu proprio já fui "vitima" de artigos meus passarem offtopic num ápice)

    Neste caso o tema esgotou-se rapidamente. O inesgotável leitao lá deu o seu tiro do costume, houve um ou outro comentário e pronto, fica-se por ai.

    Mais engraçado é ver que quem mais critica é quem menos faz. Se o assunto era tão importante, porque é que o AC de cima não interviu? (só houve um AC que comentou ontopic, e não me parece que tenho sido o mesmo).

    Já agora, se o gajo em vez de criticar as correcções ortográficas, lhes prestasse atenção, sabia que em "era a anos atrás", o "a" é com "h" (já para não falar do acento, o que se entende)


    -- carlos

    Re:gildot is no more THE gildot (Pontos:2)
    por cgd em 14-03-03 11:38 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    OK... Desde que tu deixes de ser AC e te registes como AssHole. Acho que ainda está livre.


    -- carlos

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]